X

Para acessar sua conta, use o App Bradesco Universitário

Você é um consumidor "verde"?

Pesquisa mostra que brasileiros se preocupam mais com a sustentabilidade ao comprar

Por Aline Nogueira de Sá

Na hora de comprar, o brasileiro está mais atento se a marca do produto ou serviço se mostra preocupada com sua responsabilidade socioambiental.

Essa é a constatação de um estudo recente da consultoria Dom Strategy Partners com diretores e gerentes das maiores redes varejistas do País. Segundo a pesquisa, 70% afirmam que os seus consumidores estão mais conscientes em relação à sustentabilidade.

O dado mostra que o brasileiro já pode ser chamado de consumidor "verde", segundo o responsável pela pesquisa, Daniel Domeneghetti, presidente da Dom Strategy, mas que ainda há alguns passos para que se torne um consumidor consciente. Ele explica a diferença:

"O consumidor brasileiro ainda está numa fase de transição. Prefere marcas e empresas que se mostram mais responsáveis com a sociedade e com o meio ambiente, porém, não tem o hábito de checar as informações, e acreditam simplesmente no marketing", afirma.

Buscar os meios para certificar-se se as marcas realmente cumprem o que dizem, segundo Daniel, é, portanto, o caminho para se tornar um consumidor consciente.

Para o especialista, essas mudanças se darão ao longo do tempo, em um processo no qual o País diminua as desigualdades de renda e o consumidor entenda que consumir também é um ato de cidadania.

Atitude consciente

Confira as dicas reunidas pela plataforma EcoDesenvolvimento.org sobre como começar hoje a ser um consumidor consciente:

• Antes de ir ao supermercado, faça uma lista do que realmente precisa e alimente-se, para não fazer compras desnecessárias que tendem a gerar mais lixo e desperdício

• Evite modismos: adquira apenas aquilo que tenha utilidade, qualidade e que irá servir por muito tempo

• Analise bem antes de comprar: questione sobre as condições em que o produto foi feito, se será possível reaproveitar ou reciclar a sua embalagem e se ele será útil

• Sempre que puder, compre serviços em vez de produtos: alugar um equipamento em vez de comprá-lo faz girar a economia e é mais barato para você

• Prefira produtos e serviços de empresas sustentáveis: na hora de escolher, considere as ações de sustentabilidade promovidas pelas empresas e dê preferência àquelas que possuam políticas de responsabilidade social, preservação ambiental ou comércio justo

• Pegue emprestado: quando necessitar de um produto específico que provavelmente entrará em desuso brevemente, busque pegar emprestado em vez de comprar um novo

• Não compre produtos de má qualidade: eles têm uma vida útil mais curta, tornando necessária a sua reposição em um curto período de tempo. Isso significa mais matéria-prima, energia e recursos naturais gastos na fabricação, transporte, comercialização e descarte de todo esse material

• Prefira produtos com menos embalagens

• Prefira lanches caseiros a lanches industrializados comprados na rua.