X

Para acessar sua conta, use o App Bradesco Universitário

Intercâmbio: a chance de aprender um novo idioma e uma nova cultura

A busca por fluência em um 2º idioma é o principal objetivo de quem deseja fazer intercâmbio. Os países de língua inglesa, como Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Austrália, Irlanda e Nova Zelândia são os mais procurados, mas há quem se interesse em desbravar culturas latinas, e aí os destinos preferidos são Argentina, Chile, Peru e México. Seja qual for sua escolha, é importante pesquisar, pois há países com facilidades que ajudam a conciliar estudo e trabalho.

Para quem quer ter uma situação mais “confortável” financeiramente, a questão do trabalho deve ser considerada. Diana Santos, 30 anos, publicitária, está há 6 meses em Dublin e trabalha desde que chegou. “Consegui um estágio em uma agência, mas não era remunerado e eu ainda teria de arcar com os gastos para locomoção. Não pude ficar, pois precisava de dinheiro para me manter aqui”, conta a estudante que já trabalhou como au pair e hoje é cleaner (auxiliar de limpeza) em uma escolinha. “Trabalho 28 horas semanais, ganho a mesma coisa que eu ganhava no Brasil trabalhando 40. E aqui, consigo pagar aluguel, comer bem, viajar e sair aos fins de semana”, completa.

Janeiro e julho são os meses mais procurados para intercâmbio, mas a recomendação é que a viagem seja feita na baixa temporada, por ser mais barata e ter menos brasileiros. Além disso, estudar fora exige outras análises. “O universitário deve pensar no custo de vida do país, se é frio ou calor, quais os objetivos da viagem e a antecedência com que planeja fazer o intercâmbio, pois cada país exige um tempo específico para tirar o visto”, observa Luiza Vianna, gerente de produtos da CI (Central de Intercâmbio e Viagens).

A gerente também cita os 5 mandamentos para quem quer fazer intercâmbio (e aprender de verdade um novo idioma):

1) Buscar uma agência especializada e com tradição no mercado;

2) Planejar-se adequadamente;

3) Enquanto estiver fora do país, evite andar com brasileiros, prefira o contato com pessoas de outras nacionalidades para praticar o idioma;

4) Respeite a cultura local e aprenda o máximo possível sobre ela;

5) Evite problemas no país e respeite as leis locais e da casa onde está hospedado (seja de família ou residência estudantil).

Os cinco destinos mais procurados

  • Estados Unidos

    Estados Unidos

  • Canadá

    Canadá

  • Inglaterra

    Inglaterra

  • Austrália

    Austrália

  • Irlanda

    Irlanda

  • Trabalhando há 8 anos na mesma empresa, Diana Santos largou o emprego estável para se aventurar em Dublin, Irlanda. Com retorno previsto para julho, aprendeu muito mais que o idioma inglês. “Aprendi o que é consumo consciente de água, como a educação pode ser a chave para as mudanças e entendi o que é qualidade de vida. Mas, principalmente, aprendi que estar com as pessoas que a gente ama é a chave para a felicidade”.

    Trabalhando há 8 anos na mesma empresa, Diana Santos largou o emprego estável para se aventurar em Dublin, Irlanda. Com retorno previsto para julho, aprendeu muito mais que o idioma inglês. “Aprendi o que é consumo consciente de água, como a educação pode ser a chave para as mudanças e entendi o que é qualidade de vida. Mas, principalmente, aprendi que estar com as pessoas que a gente ama é a chave para a felicidade”.